quarta-feira, 18 de abril de 2007

Meu primeiro amor

Seu nome? Rico.
Loiro, olhos verdes, alto, lindo. Uma mistura de Billy Idol com Guilherme Fontes (sim, Guilherme Fontes já foi galã). Foi paixão a primeira vista.
Ele estava na locadora de vídeo (era 1988), meu coração parou, pulou, sambou, eu com 14 anos, o segui para descobrir onde ele morava e a partir daí, peguei gosto pela profissão de detetive e não parei mais de espioná-lo.
Descobri seu telefone e passei a ligar quase que diariamente, ia para a rua dele sempre com meu cachorro da época o Sunset e passei a ser conhecida por todos por lá. Certa vez o Sunset fugiu da coleira e o encontrei sentado em frente a casa dele, me esperando. Eram horas de vida ociosa completamente dedicadas a ele, meu primeiro amor.
Nos apresentamos, ele meio tímido e envadecido do meu amor, me dispensou, claro. Mas não desisti. Pixei no muro. Mandei cartas, chamei ele para sair e, nada.
O tempo passou, os anos passaram, e aquele meu primeiro amor, virou a paixão platônica mas conhecida entre meus amigos.
Os telefonemas se tornaram mais espaçados, passei a ligar apenas em datas comemorativas como aniversário, páscoa, natal, dia da criança, aniversário da primeira vez que o vi, da primeira vez que falei com ele… se tornou um hábito meu ligar para ele por anos e anos, exatamente 8 anos. E certo dia… esqueci de ligar. Era aniversário dele. No dia seguinte ele me liga pela primeira vez e diz: - Esqueceu de mim?
Aquela frase me fez desmaiar, cair da cadeira, gaguejar e aceitar o primeiro convite para sair com ele.
Fomos jantar fora, eu linda, com a melhor roupa que meu dinheiro podia comprar, cabelo feito, unhas perfeitas. Aquele era o dia mais perfeito da minha vida. Após 8 anos finalmente eu iria conseguir sair com o Rico.
Nem dormi aquela noite de tanta emoção, liguei cedo para as minhas amigas da era Rico, precisava contar, dividir a emoção do nosso primeiro beijo.
No dia seguinte saimos de novo, e de novo, e após 2 semanas… eu terminei com ele.
Em resumo: tem certos sonhos que jamais deviam ser realizados.

6 comentários:

Pinho disse...

Caramba Re, 8 anos, que Glenn Close vc é rs.
Agora, ser parecido com o Guilherme Fontes é dureza ne, hoje ele é careca e gordo rs

Re disse...

Pinho, acertou! ele hoje continua ainda a mistura de Billy Idol com Guilherme Fontes, careca, gordo... quem mandou me enrrolar por 8 anos? Dançou... hahahah bjs

Cláudia disse...

Re,
mas não é isso mesmo? Tem coisa que fica muito melhor no mundo dos sonhos.

Edson Marques disse...

O tsto que você adorou da ISA, não era dela. Era um simples plágio...


Isa publicou meu poema MUDE mas não citou o autor.

Esquecimento, talvez?!

Esse poema acaba de também ser publicado em livro pela Editora Original Pandabooks, com prefácio de Antonio Abujamra.

Se puder, veja o vídeo MUDE que é comercial da Fiat
=> http://www.youtube.com/watch?v=NTZ7AGvT44Y


Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.


O original do poema está no blog => http://mude.weblogger.com.br


Abraços, flores, estrelas..

Ana Téjo disse...

Homens... Humpf!
Só te convidou pra sair depois que você esqueceu de ligar!

Anônimo disse...

Please let me κnow if you're looking for a article author for your site. You have some really great articles and I believe I would be a good asset. If you ever want to take some of the load off, I'd absolutеly love tο
wгite ѕomе аrtiсleѕ
for уοur blog in exchange for a link bacκ to minе.
Ρleаse senԁ me an email if interested.

Cheers!

Αlѕo viѕit my ωеb site - iphone repair kl