terça-feira, 4 de setembro de 2007

Negro gato


Às vezes a gente acha que a nossa vida já está toda arrumada, certinha, casa, marido, 2 filhos caninos, um macho e uma fêmea, trabalho indo bem, faxineira pontual, mas de repente a vida nos traz um novo desafio, uma nova alegria, e como agradecimento batizei essa nova alegria como José Francisco, Zézinho ou melhor o Negro Gato.
Pois é, podem me chamar de insana, mas tenho mais um filho peludo em casa, é o meu neguinho safado.
Mais um com uma história de abandono, desnutrição, mas um coraçãozinho do bem a espera de uma família para amar, mas um amiguinho que veio para nos encher de alegria.
Quando vi o Zé pela primeira vez na rua da casa da minha mãe, sentei na calçada para falar um oi para ele, e ele logo se jogou no chão para receber carinho, eu fiquei lá na calçada catando carrapatos dele e ele lá, me olhando quietinho agradecido. Fui embora. Uma semana depois estava ele na porta do cabeleileiro que meu marido estava, na saída, se comoveu com ele, achava até que ele estava atropelado, tão quietinho, triste num canto da rua.
Achamos uma veterinária do bem que nos ajudou, e uma pessoa comovida com seu estado o acolheu por 15 dias, ainda não passava pela minha cabeça ter mais um.
Mas o destino fez com que ele fosse passar um final de semana em casa e no primeiro segundo soube que ele jamais iria para lugar nenhum.
Um cachorro que pensa que é gato, ronrrona com carinho, se lambe e depois fica engasgado, sobe no encosto do sofá, salta distâncias e alturas incríveis, tem muita habilidade com as patinhas da frente e odeia banho.
Tem olhos amarelos, usa bandana, adora bolinha e tem medo de trovão.
Peteka o acolheu como um filho, Fuka como um irmão mais novo, moleque que é, cativou a todos, já pegou todos os nossos hábitos, dorme na caminha dele ao meu lado, no meio da noite às vezes olho e o vejo sentado só me namorando e suspirando, está tranquilo, achou o que procurava. Amor.
Em homenagem a São Francisco, virou nosso caçula abençoado e querido.
É gente, a família cresceu.

13 comentários:

• keL • disse...

Ai sweety...
Ele pensa mesmo que é gatinho né? O Mingau ia se dar bem com ele, rs!
E pra quem ainda não conhece ele pessoalmente, gente eu já vi: ele é assim mesmo, cativante e um dos cachorros com olhos amarelos mais lindo que eu já vi!
êêê...Zé...vida boa garoto!
bjo, bjo

Ana disse...

Sorte do Zé e sua! :)
Felicidade a vcs!
Beijos

Renata disse...

aaaaaaaai, que lindo o Zé!!!!!!!
Rê, sempre choro com esses seus posts caninos...rs
Se eu pudesse também pegava todos os bichinhos da rua...
Parabéns pela coragem!

Felicidades à família!

Bjos.

Cláudia disse...

Mas não é a mesma coisa daquele casal que tem dois filhos e nem pensa em ter mais um e, de repente, PUMBA, eis que vem outro?
Inesperado e não menos querido, super bem-vindo!
Moramos tão perto, vamos combinar de nos conhecer, e também a cachorrada. De quebra você conhece a Cindy Quebra-Barraco (que ficou muito desconfiada quando soube que tem um catxórro querendo se passar por gatinho...)
beijo

Re disse...

Kel, vc viu.... não é mentira, é um negro gato mesmo.... amigo do Mingau.... bjs

Ana, sorte nossa mesmo e da Nina, a nova canina da gang, né? bjs

Renata, obrigada, mas coragem nada. Se eu pudesse tirava cada vira latinha das ruas... mas 3 já está de bom tamanho... É bom saber que existem mais pessoas que pensam como eu.... bjs

Clau, é exatamente isso... aquele filho não planejado, veio de repente e é tão amado... Vamos combinar sim, somos duas vizinhas estranhas, né? Podemos marcar um café da manhã no st. marché... o que sugere? bjs Re

MH disse...

Que lindo...

sabe que às vezes a Flor tbem acha que é gata? O jeito de brincar com as patinhas é hilário...

sua casa ficou mais feliz!

Pinho disse...

Re como te falei outro dia, é por isso que nao tiro ferias.
Assim nao passo pelo desespero de perceber o quao mediocre é e o qto odeio meio trabalho
bjs

Pinho disse...

xiii postei no texto errado, que burro rsrss
Re me diz uma coisa, agora, qtos filhos vc tem que passam o dia todo sem fazer nada em casa, 4?
kkkkkkkk
bjs

Re disse...

MH, o Zé ia adorar a Flor.... dois caninos felinos.... a casa com certeza ficou bem mais feliz.... bjs

Pinho, as férias eu comento em outro post.... hahahahha
Mas os 4 ficam em casa ociosamente se divertinho.... estou incluindo o Re, né? meu filho mais velho... hahahahh bjs Re

Suely disse...

É o Zé pequeno! eee
Tão lindo e tão pequenino..já brotou amor por onde passou.
Mas realmente seu coração é de mãe, que sempre cabe mais um.. no caso, um peludinho...é nois Re..
bjos
Su

Re disse...

Su,
Coração de mãe é assim, sempre cabe mais um....
Vc sabe bem.... bjs Re

Nana disse...

Que lindo! Parabéns!

Re disse...

Nana,
obrigada. bjs
Re