sexta-feira, 30 de maio de 2008

Aos poucos

As tristezas viram saudades felizes,
Os medos se tranformam em forças para o amanhã,
Os choros ficam mais espaçados,
O sorriso volta no canto, nas cumplicidades das nossas besteiras familiares,
Os deboches renascem,
O peito vai ficando mais aliviado, a respiração mais leve,
As lembranças nos divertem, os sonhos florecem,
As incertezas não importam mais. O que importa são as esperanças de que aos poucos encontraremos o seu lugar no futuro das nossas vidas, na ausência do dia a dia, mas na certeza do seu constante estar ali, nos provendo, nos dando a honra de sua companhia constante.
Pode parecer bobagem minha, mas ontem na nossa primeira gargalhada depois de dias que pareceram anos, senti você feliz também rindo com a gente. Abençoando o provável sorriso voltando, aos poucos.

11 comentários:

Pinho disse...

O tempo é bom demais Re.

Renata disse...

Que bom, Rê, que seu coraçaozinho tá menos apertado e que agora ficou essa gostosa sensação de estar acompanhada para sempre.

Bom fim de semana, lindinha.

Bjos.

Ana disse...

É isso mesmo Re... as outras obrigações da vida vao empurrando a gente pra frente.
mas a saudade...essa so aumenta viu.

ANNA disse...

Que bom ouvir (ler) isos, Re!

Conte comigo, mesmo que virtualmente...

Bjs

Mulher Solteira disse...

Eu ia dizer as exatas mesmas palavras da Anna...

Nada como a certeza de uma vida bem vivida para essa partida ser mais leve, não?

Um beijo da sua amiga,

Cris.

Cláudia disse...

Sabe, Re, quando eu me for, eu vou gostar de ver minha filha bem e feliz, e não triste pelos cantos.
Então, imagino que ele também esteja se sentindo assim ao ver que você está se recuperando.
E quem disse que nós, pais, abandonamos os filhos? Nunca! Somos um encosto para a vida toda e além, nem adianta querer se livrar da gente.
beijo

Dedinhos Nervosos disse...

Que bom há sempre o amnahã, não é? E com ele, maior possibilidades da tristeza virar boas lembranças.
Fiquei mais feliz tb com esse seu pot. Pode acreditar.
Bjos!

Re disse...

Pinho,
é... o tempo cura tudo.... ou melhor ameniza...
beijos

Renata,
é bom... pelo menos e tudo que eu posso querer hj....
beijos

Ana,
A saudade aumenta mesmo... dá uma dor..... beijos

Anna,
Incrível como vemos uma solidariedade tão grande destes meus amigos virtuais...
obrigada
beijos

Cris,
Em breve podemos marcar aquele encontro ;-) beijos

Clau, Scarlett, mãezona,
Espero que ele pesne igualzinho a vc...
beijos

Dedinhos,
Obrigada pela torcida para a minha felicidade.
bejos
Re

PS. Agradeço tanto a todos pelo carinho constante!!! beijos

Flávia D. disse...

Fique bem! :)
bjos e boa semana!

Karlinha disse...

Que bom saber!
O tempo que as vezes não se importa com a gente é bom pra apaziguar as emoções...
Obrigada pela visita no blog...Estou devagar, mas vou que vou!rs!

david santos disse...

É sempre o tempo que se encarrega de fazer essas tranformações.
Parabéns