sexta-feira, 28 de novembro de 2008

O Pronto-socorro

Odeio, odeio, odeio pronto-socorro, prefiro morrer no quentinho do meu lar a ter que enfrentar aquele maldito corredor de vírus… Mas… Segunda-feira, eu com 39º de febre e dor de garganta…
Minha irmã me arrasta para o Hospital SL (vou manter o nome em segredo… rs), para ir pra lá me preparei do melhor modo que podia: Fui de pijama. De bolinha preto e rosa. Camiseta lilás. Blusa de lã amarela. Casaco vermelho. Meia cinza. All Star prata. Gorro cinza e azul com uma flor imensa na frente (por baixo cabelo lindamente esmagado). E bolsa de estampas florais predominando o verde. Linda assim. Cheguei lá. Tampei a respiração com a mão e fui até o “pega senha”, percebi que as pessoas me olharam um pouco torto.
Aí eu voltei para porta, é, prefiro ficar na friagem, ao relento à ter que ficar respirando aquele ar onde todos os doentes estão, chego no hospital com meus vírus e saio de lá com muitos outros vírus… odeio, odeio, odeio pronto-socorro… Bem, o que percebo é que nem todos lá devem estar doentes de verdade pois todo mundo está com os dois pés do sapato combinando, calça jeans, quem usa calça jeans doente? Quem? E quem coloca batom para ir ao hospital? Ah! De todos que estavam lá eu era a mais doente, eu fui feia e de pijama de bolinhas, merecia ter sido atendida primeiro. Mas não… fiquei 45 minutos na porta com o ouvido lá dentro para ouvir berrarem “Renata de Castro” “Renata de Castro” Quem é “Renata de Castro”? Tá, sou eu, entro tiro a pressão. Volto para a porta e espero mais 45 minutos e o médico berra “Renata de Castro” “Renata de Castro” Quem é “Renata de Castro”? Porque eles não lêem o nome inteiro nunca? O médico quando me vê, aperta minha mão com tanta força, tanta força que por uns segundos esqueci porque estava ali e a dor de garganta passou.
O resto é bla, bla, bla… O que importa desta experiência é:
Quando você está linda, com aquela roupa nova, cabelo penteado, feliz, você sai na rua louca para ser vista por alguém, pois hoje é o dia que você está linda, mas o que acontece? Você não encontra ninguém. Nem o padeiro.
Desta maneira horrenda, com cara de gripe e remela no olho, com certeza você encontra amigos antigos, ex vizinhos, desamores, amigos do marido, comigo foi diferente? Não! Óbvio que não!

18 comentários:

Isa disse...

Tá brincando!!!Eu ia escrever um post igualzinho!!! Desde 2ª com 39º de febre e as mesmas mazelas, 4ª feira fiquei das 22:30 até as 02:00 da manhã no hospital com a garganta podre.Fora que tinha ido ao médico de manhã e o FDP me mandou pra casa fazer gargarejo com salmoura, infeliz... Tb prefiro morrer em casa...rsrs...

Re disse...

Isa,
hahahahh bem vinda ao mundo que não se conforma...
Estes médicos estão cada vez mais despreparados... rs
beijos
Re

drika disse...

por isso as pessoas vão arrumadas.
vai q encontram o amor de suas vidas...
rs

melhoras!
beijo.

MH disse...

eu odeio pronto-socorro e odeio tomar remédio. Vou curtindo a gripe até ela passar ou alguém me arrastar, quase pelos cabelos, prum hospital.

Agora, QUEM vc encontrou???

yaralucas disse...

Também MORRO de nojo de hospital. Quando tenho que ir arrastada, chego em casa e já boto pra lavar toda a roupa que eu estava usando pra matar todos os vírus afogados :O)

Faço isso quando vou em velório também. Pior que hospital, só cemitério.

Dedinhos Nervosos disse...

Tadinha! Dor de garganta é a pior coisa do mundo! Quando a minha começa a dar sinais de que vai doer, eu já tomo remédio. Nem quero saber.

Mas eu tb ODEIO pronto-socorro e sempre encontro alguém que não quero quando estou desarrumada! ahah

Bjos!

Ps. Tb tô com saudades de vc no MSN! Volta!

isaBela araújo silvA disse...

ótima história, como sempre... adorei e vou seguir a dica, já que ninguém olha pra mim normalmente vou copiar teu figurino... hahaha. só a dor de garganta que eu abro mão. melhorou?

Re disse...

Drika,
É, vai que do vírus nasça um amor.... Vai que....rs
beijo

MH,
Prefiro não comentar....rsrsrsrsr
A la Copélia....rs
beijos

Yara, Eu tb... Por isso não vou nunca a velórios... NUNCA!
beijos

Dedinhos,
Ah! Minha garganta já está ótima... Estou ansiosa para a chegada da Diva... O msn agora vai fazer falta... Que dia vc chega?
beijos

Isabela,
Se quiser sair de casa e ser notada copie o figurinho... Te garanto que olhares vc vai conquistar... MUITOS...rs Já tesão... Nenhum...rs
beijos
Re

Paulinha disse...

Murphy não perdoa ninguém?! Nem os doentes?! Putz!

ANNA disse...

Nem me fala em hospital! Trauma de 15 dias internada! Acho que vou tentar ter filho em casa (quando esse dia chegar...)

Se cuida, menina! Essa neve de verão derruba qualquer um!

Ah! Adorei o pijama de bolinha! Sou tarada por pijamas...

Cláudia disse...

Tá doido hein? Eu acho o fim da picada esses encontros ao acaso numa cidade do tamanho de SP.

Me lembra o dia em que meu amigo, que tinha um Porsche conversivel lindo de morrer, veio me buscar em casa com a capota abaixada. Pergunta se passou um conhecido na hora, um ex... nada, o glamour ficou todo com o porteiro e só.

Em tempo: eu fui pro pronto socorro com dor de garganta, cabeça explodindo, sinusite bombando, mas fui de rimel, sombra, delineador, batom... às oito da manhã. A gente nunca sabe né?

beijo e melhoras

D.Ramírez disse...

S
concordo, uma vez no consominio sai todo estrupiado e encontrei vizinho na garagem..coisa rarissima la..rs
besitos C g
Quanto a médicos..soy contra;)

Ana disse...

E quando eu tive que voltar 3x ao mesmo SL, pq estava com começo de peneumonia e o medico insistia em me passar Tylenol??

Mas procuro sempre ir arrumada, vai que o médico é bonitão, solteiro...rs.

Virgínia disse...

Eu não tenho problema com PS... aliás, uso e abuso do meu Plano de Saúde. Afinal, pago caro para quê? Uso sem dó...
Mas você não viu nada no quesito médico despreparado; lá na Terra de Malboro, o fulano não mede pressão e quando meu marido foi com otite, mandou a gente procurar um especialista! Agora me diga, médigo geral" serve para quê????

Bj

valacomum disse...

Isso vale para qualquer um: quando você está mais esculhambado é que encontra todo mundo. Já vi casos também de mulheres que chamam mais a atenção dos homens quando estão menos arrumadas ou maquiadas, o que, à primeira vista, pode parecer um paradoxo. Enfim, a vida não tem fórmula. O cara lá de cima entregou a obra na pressa e esqueceu de confeccionar a bula. Gostei muito do seu blog, cheguei até aqui através do "Las Tiritas del D. Ramirez" (gosto de dar o crédito... rs).
Um abraço,
David.

http://valacomum.wordpress.com/

Déa disse...

KKKKKK Você, sem dúvida, escreve muito bem! Menina, só vou ao hospital se me levarem! No mais, prefiro morrer em casa mesmo. Rss
Beijos

Re disse...

O que importa é que, passei o final de semana linda, com cabelo feito, unhas lindas, magra e... não encontrei ninguém... Clau, eu não te vi no porshe.... rs
beijos
Re

Karlinha disse...

É menina, a ultima vez que fui ao pronto socorro o médico era tãaaaao gato que eu nem fechei a porta, com medo de agarrá-lo!rsrsrs!Então eu me arrumo só um pouco, pra não parecer tão doente mas só um tanto carente!kkkkk!