quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Se meu pai fosse vivo

Estaria hiper empolgado com a minha mudança. Não estaria feliz por ficar mais tempo longe de mim, mas estaria empolgado. Aposto que compraria um kit completo de pescaria para eu praticar e quando ele fosse me visitar usufruí-lo. Aposto que tentaria comprar um barco para deixar lá em casa. Com certeza compraria um "Banana Boat" de coco, para ficar bem bronzeado.
Estaria dizendo que eu ia ter um vidão, e que poderia contar com ele para tudo. Aposto também que iria chorar escondido. Iria dizer que o bom do Nordeste é que mesmo com chuva, a praia é ótima. Ia planejar um churrasco de camarão, acompanhado de algum prato bem sofisticado à base de lagosta ou vôngoles.
Aposto que iria ficar falando sem parar sobre isso. Incansavelmente para me animar.
Aposto que ia dizer que eu era louca em levar estes meus vira-latas e que ele iria deixar lá de presente pra mim uma caranguejeira, pois já que tenho tanto bicho, uma caranguejeira seria fácil de cuidar.
Aposto que quando eu ligasse para ele chorando dizendo que um morcego entrou em casa, ele iria rir e dizer que criou morcegos dentro da máquina de lavar roupa de casa enquanto a gente viajava em umas férias.
Aposto que estaria contando para todos os amigos dele, orgulhoso da filha e dizendo que eu ia ser a melhor designer de Porto de Galinhas.
Aposto que ele falaria para eu não parar de escrever e para cuidar da pousada que é a mais linda do mundo.
Aposto que tudo seria mais fácil e tenho certeza que eu iria com meu coração mais leve.

22 comentários:

Denise disse...

Como algumas pessoas nos fazem falta não é?

carinho

Adri disse...

Não é fácil quando gostaríamos de ter o colo do pai ou dos pais em momentos de decisão e nos surpreendemos que além de não termos mais a presença física deles, lá se foram as palavras de apoio e "colos" também! Mas acho que vale a pena lembrar o que eles falariam nesses momentos se estivessem aqui, exatamente como vc fez. Só que tente usar isso como força para a sua vida sem ele, e ensinamentos que ficaram, ao invés de melancolia e achar que seria mais fácil se ele estivesse efetivamente aqui falando isso para vc.Afinal,vindo efetivamente dele ou não, vc já sabe o que ele falaria ou faria.Então tenta escutar o que vc escreveu, pois ali está seu pai hoje em dia e daqui para frente,na sua memória e lembranças,e garra e força! E o seu coração ficará aliviado como antigamente!
bjs

Pri... disse...

Vontade de chorar... Boa sorte! Que a sua vida seja cheia de sol!

ANNA disse...

Re, querida!
Eu tenho certeza que ele está por perto transmitindo tudo isso pra vc. Então, amiga, não sinta-se triste, ele não gostaria de vê-la triste, gostaria?
Beijo
urbAnna

Renatinha disse...

Denise,
Fazem mesmo, viu? Ô se fazem.
beijos

Adri,
Tento fazer este exercício de pensar no que ele falaria, o que ele faria, etc... mas a falta física é tnao difícil camuflar....
beijo

Pri,
Obrigada.
beijos

urbANNA,
Estou bem, estou feliz, mas sabe quando falta alguma coisa que não dá para explicar? Pois é...
beijos
Re

mc disse...

Que lindo esse post! Cheio de saudades e muitas lembranças boas.
Boa sorte, sucesso e muitas felicidades!

PS- o bom é que Recife é aí do lado, pra qdo der saudades da civilização. Tenho um amigão morando lá que levou um tempo pra se acostumar mas agora não troca por nada.

Cláudia disse...

Colo de pai é tudo de bom... nem imagino a falta que voce sente dele, mas ele certamente está ao seu lado.
beijo

IsABela araÚjo siLVA disse...

eu estava com a maioooor saudade de vir aqui. ainda bem que passou! rsrs. conta mais sobre esse lance de mudança, que bacana!

disse...

Com certeza ele está torcendo muito por vc. Dificil não pensar no que a pessoa gostaria, diria, faria...
como li outro dia (não lembro onde)
"Saudade é o amor que fica"

Muito boa sorte!
Bj

MH disse...

Lindo, Re!

E você sabe que ele estaria mesmo dizendo e fazendo tudo isso, essa certeza não deixa de ser a presença dele, né? Deve fazer uma falta descomunal...

vivi disse...

Rê,
do seu texto, eu vejo como seu pai permanece VIVO dentro de você.
E, cá entre nós, muitas vezes as pessoas estão aqui, do nosso ladinho fisicamente, mas não estão tão vivas nos nossos corações.
e cá entre nós, de novo, o mais importante é sentir este amor que vc sente, não!?
Pois isso o faz vivo em você onde quer que vc e ele estejam...
Os laços de amor são eternos.........
Beijo, com carinho, e à inteira disposição não pra despedida, mas pra 'CONHECIDA das amigas virtuais'!!!
ÊEEEEE! Beijo!

Ana disse...

Ai Re que post lindo... e realmente, por mais que a gente saiba que eles estão olhando por nós, a falta física doi muito!!! Sinto uma falta imensa da minha mae, em todos os momentos...
Beijos e força!

Paula Nigro disse...

Até meus pelinhos do rosto se arrepiaram...
Viva, Re. Viva! Ele com certeza estaria muito orgulhoso de você.
Beijos com os olhos marejados.
Paula Nigro

Renatinha disse...

mc,
Recife é perinho mesmo, e sei que é mágico, já morei 3 anos lá, mas sabia que quando voltava pra casa tudo estava do jeitinho que deixei...
beijo

Clau,
Abrace muito e beije muito seu pai, por mim...
beijo

Isabela,
Pois é, a doidinha vai morar em Porto de Galinhas, que tal? rsrs
beijo

Dê,
Obrigada. Saudade é o amor que fica e dói, posso completar a frase?
beijo

MH,
Faz sim, viu? Uma falta tão grande...
beijos

Vivi,
Espero que o que vc disse seja verdade, e quanto ao encontro que óbvio que vc vai ajudar... rsrsrs, pode deixar, lá pelo dia 15 a 20 de setembro marcamos, preciso checar quem são as blogueiras paulistas (vc, Clau, Ana, MH, Paula...)
beijos

Ana,
Obrigada. Nossa nem imagino a falta que uma mãe faz, se o pai dói assim, amãe então... ai, nem pensar...
beijo

Paulete,
Viverei, pode deixar.
Obrigada pelo carinho. E voltou a frequentar os blogs? OBA!!!
beijos
Re

Daniel Ribeiro disse...

Aposto que, se eu tivesse tido chance, eu iria adorar muito conversar e conviver com uma figura tão especial e iluminada como o seu pai.

Bjus

Renatinha disse...

Daniel,
Que lindo! Vc estava sumido... Estava preocupada....rs
Não some mais não, adoro ler seus comentários e quando vai fazer seu blog? Hein?
beijos e obrigada pelo seu carinho.
Re

disse...

Opa!
Também sou de SP hein! rsrs

Roberta disse...

Re, o bom disso tudo é que seu pai aidna está vivo nos seus sentimentos e você pode sentir tudo o que ele te diria.. se a presença física não pode mais ser suprida o que ele deixou vai de suprir ainda que seja nas saudades.

Com certeza ele deve estar vibrando muito pra que a possibilidade que você criou te faça feliz!

Beijos!

Mulher Solteira disse...

Aposto que teria sido mais difícil se você não tivesse tido o pai que teve. O seu pai faz parte de quem você é, logo, continua existindo enquanto você estiver viva!
Beijos querida, boas energias para você.

Espaço das Mensagens e Reflexões disse...

Olá...
Concordo com você... Se meu pai estivesse vivo também, quanta coisa seria diferente em minha vida!
Nossaaa... ele faz muita falta!
Bjus
Jan

Cris Goiatá disse...

Caraca...me emocionei com seu post!!Perdi meu pai há 2 meses, e juro, muitas coisas mudaram rápido demais, sinto muita falta dele,era um paizão tipo o seu assim, do jeito que descreveu.Sabe, a voz da pessoa faz falta!!Adorei seu blog,intimista...depois passa no meu e me segue tbém...beijos em seu coração e sorte

Renatinha disse...

Dê,
Incluida na lista da Vivi....rs
beijos

Roberta,
Quero acreditar que sim... Que ele esta feliz com isso tudo...
beijo

Mulher Solteira,
Vc é tão fofa... Mas é verdade né? Devo agradecer ter tido ele para ter o que lembrar, né? Ou o que imaginar que ele estaria fazendo...
beijo

Jan,
Eles fazem uma falta, né? Podiam ser eternos... Ou existir um telefone com ligação direta para eles....
beijo

Cris,
Puxa... 2 meses? O meu pai faleceu tem 1 ano e meio e ainda estou perdida.... Obrigada por gostar daqui, vou agora te visitar.
beijos e precisando bater papo, estou aqui.
beijos
Re