terça-feira, 21 de novembro de 2006

Tele-Ton

Um dia a Kiki me vem com uma novidade, ir no Tele-Ton. Sábado à tarde, nada para fazer, fomos, apesar do meu medo de maneta que todos conhecem bem. Chegamos lá todas empolgadas e felizes, íamos ver artistas e ver shows de graça… sonho nosso.
Sentamos em lugares bons, não queríamos perder nada. Agora com vocês Twister!
Nos entreolhamos e nunca tínhamos visto aqueles garotos se requebrando e cantando, mas todos cantavam junto com eles, garotas berravam e desmaiavam e nós lá, rindo de tudo.
Entra no palco um menino sem as pernas e sem os braços, começou a nos dar depressão, aquilo lá não era divertido, era triste. Agora com vocês John e John (ou algo assim). De novo, todos conheciam as músicas, cantavam e berravam: - Lindos! E eu e Kiki nos entreolhando e chorando de rir. Resolvemos ir embora antes que tocasse mais alguém estranho ou entrasse mais alguém sem braços.
Achamos a porta e fomos abrindo quando uma japonesa gorda e grande, vestida de escoteira briga com a gente: - Vocês não podem sair, tem que ficar até o final. Como assim? A gente tem o direito de ir e vir, mas ela não nos deixava sair e ficava na nossa frente berrando. Agarrei a mão da Kiki e descemos as escadas do Via Funchal correndo e a japonesa berrando. Ufa! A rua! Chegamos. Mas era a rua dos fundos ou algo assim, onde estamos? Um nevoeiro aparece do nada e vemos dentro do nevoeiro um dançarino do Clube das Mulheres. Será que ele fugia da escoteira também?
Fomos ao America jantar, mudas, não conseguíamos pronunciar uma palavra, parecia que tínhamos sido abduzidas, e até hoje nos perguntamos: - Daonde surgiu aquela japonesa vestida de escoteira?

7 comentários:

Cláudia disse...

Se eu disser que este é um autêntico programa de índio, serei presa por ser politicamente incorreta ou terei acertado em cheio?
Re, não sabia que mais gente conhecia a música do canudinho!!! eeebaaaaa!

Pinho disse...

Japonesa escoteira, homem do clube das mulheres???
Tem certeza que vcs foram no Tele-Ton? rsrrs

KIKI disse...

Aquela cena que apareceu o aquele "loiro" do clube das melheres naquele nevoeiro foi mais surreal que o museu do Dali... hahahahahaha
Acho que de fato fomos abduzidas por algumas horas!!!!
Bjs

Anônimo disse...

Homem do clube das mulheres? No tele-ton????
Gente!
Beijos

Gastón disse...

Então Rê, acho que abdução é mesmo a chance mais concreta que eu posso deduzir depois desses fatos. Vê aí se vc não tá chipada.

Re disse...

Ana, Juro que era aquele dançarino loiro no Tele-ton, ele também faz caridade, ou strip por uma boa causa...

Gastón, Fui abduzida sim... como escrevi em outro post, meu pai acreditaria nisso e me incluiria nas conferências extra-terrestres.... e.... adorei vc ter tirado a tarde para comentar no meu blog... não conta para o Ju que ele ia ficar com ciúmes... bjs

Gastón disse...

Re, faz parte da minha existência irritar o Juliano.