quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Até mais

Quando um relacionamento termina, sempre tentava lembrar dos defeitos do outro na relação, aquele chinelo velho, a unha do pé feia, o cabelo desleixado, a camiseta com um furinho na barriga, o mau humor de manhã, a mania de ver futebol quando eu queria sair…
Neste caso é a despedida mais difícil da minha vida, pois tentei encontrar mil defeitos antes de nos separarmos, mas não encontrei nenhum. Nossa, será que você é perfeito? Não creio, talvez ainda esteja apaixonada demais para encarar os defeitos, talvez seja amor mesmo, daqueles eternos.
Os seus defeitos se tornaram qualidades com os anos… 5 anos. Quando acordo com aquele seu beijo babado, penso, que saco, são 6 da manhã, mas logo sorrio quando vejo a sua alegria ao me ver acordar, na hora do banho, odeio ter que fechar o box correndo para você não entrar antes de mim e começar o banho feliz, mesmo sem ter sido convidado. Odeio sair do banho e ter você lambendo as minhas pernas até então limpas. O pote de comida sempre espalhado pela casa quando chego, sei que é a maneira de você dizer, o quanto ama me ver chegar em casa. Sentar no computador, que missão difícil, pois lá esta você, implorando para eu te colocar em cima da mesa para ver a janela. Meu chinelo que nunca está no lugar que deixo, pois sempre você insiste em sair correndo com ele para me incentivar a fazer esporte a qualquer hora do dia, nem que seja correr atrás de você. Escolher uma roupa então, como vou fazer sem as suas dicas? A sua mania de pegar as peças que estão ao seu alcance e babar nelas para eu me vestir correndo. A chave de casa que sempre te dou quando chego, e que você nunca lembra onde escondeu. Lembra que um dia te levei para o veterinário para fazer lavagem estomacal, pois achei que você tivesse engolido? Alarme falso… A coleira que você carrega sozinho, não aceitando ser um cachorrinho como os outros. O seu cantinho no sofá que jamais outro cachorro ousou tirar de você, seu rosnar constante inibindo a todos. E andar de carro com você, que chato, você não pára de pular, babar, chorar, latir, tudo junto, um stress. E no pet shop? O Fuka vem tomar banho? Ah! Tira o tapete, não marca outro cachorro junto, e dona Renata, fica esperando ele, pois ele não pára de chorar sem você, e lá ficava eu, te mimando como sempre.
Odeio também quando você faz xixi no sofá, disso não vou sentir falta, nem das suas sacudidas de cabeça onde a baba sempre voa em mim e sempre quando estou atrasada para sair de casa.
Mais, a quem estou enganando? Nada disso é defeito pra mim, são coisinhas suas que aprendi a amar no pacote do Fukinha, minha mala preta que já é um cachorro grande, ajuizado e que vai morar com o pai.
Coma direitinho, meu filho, tome cuidado com o mar, leve um casaco e seja feliz meu nordestino preferido. Mamãe te ama.

Balanço do ano: ganhei um filho e perdi outro, ganhei um marido morando comigo e de novo perdi, mudei de "firma", mas não mudei de emprego... Enfim, nada aconteceu, só envelheci um ano.
Desejo a todos um 2008 honesto.
bjs e até janeiro

17 comentários:

Paula Nigro disse...

"Enfim, nada aconteceu"... Como assim? A mim, parece que tudo aconteceu. Belo texto. Cheguei a me emocionar.
Um beijo,
Paula.

• keL • disse...

ô minha sweety, as coisas não devem estar sendo fáceis pra ti!
E concordo com a Paula: + um ano ganho, porém, com grandes lições pra esse coração tão pequeno e docinho por dentro...
Que 2008 seja honesto e feliz, beeeem feliz, viu?
Te ligo pra sairmos.
Também adorava aquele nego safado... bjinhos

mc disse...

Tbm tive uma despedida dessa esse ano... minha irma mudou e levou junto Flor, minha sobrinha terremoto!! O lado positivo é que agora a casa cheira muuuito melhor.

Suely Cavalcante disse...

Oi, Re,

Que triste...
O foda desses bichinhos safados é que eles nos fazem se apegar demais e rapidamente a eles, e como vc mesma disse, todos os defeitos viram doces lembranças..
Feliz Natal e um ótimo ano novo...
Beijos

Pinho disse...

Que texto lindo Re
Feliz 2008 pra vc tbem
Que seja melhor do que 2007, o que, convenhamos, nao é dificil
bjs nos vemos no Rio

Paula Nigro disse...

Re,
Feliz aniversário procê!!! Muita saúde e criatividade em dobro para continuar escrevendo esses posts ótimos. Aproveito e desejo boas festanças. Um ano cheio de luz prá todos nós.
Beijos,
Paula.

Paula Nigro disse...

Ops! Te dei feliz aniversário com um dia de antecedência... Não pode, não pode!
Errei. É amanhã, dia 21 né?
Tá bom. Vou lembrar.
Inté!

Paula disse...

Agora acho que tá valendo, né?
FELIZ ANIVERSÁRIO!!!!!!!!!!
FELIZ ANO NOVO!!!!!!!!!!!
Hip Hip, Hurraaaaaaa!!!!
Beijos com som de fogos de artifício.
Paula.

Cláudia disse...

Ai meu Deus, ainda bem que você tem a Peteka e o Zezinho pra te consolar!
Feliz aniversário e feliz natal!!!
beijo

Anônimo disse...

Tia Renata
o Fuka é catxorro, mas ele parece ser legal!
Se você sentir falta de alguém babando nas suas roupas... bem, eu não babo, mas posso soltar um monte de pelos em cima delas, pra você ficar feliz.
ronrons da
Cindy Quebra Barraco

Re disse...

Paula,
Obrigada por ter lembrado do meu aniversário, 1 dia antes, no dia certo, rsrsrs
Enfim... os filhos crescem e tomam rumo, né? bjs bjs e feliz 2008

Kel,
Não foram fáceis mesmo, mas agora descobri que minha vida pode ter paz... como o Fuka era chatinho tadinho.... rsrsrs bjs

Mc,
A Flor foi embora? Faz falta.... né? bjs

Su,
Ainda bem que temos um voração grande onde sempre cabe mais um peludo....
bjs

Pinho, que venha o Rio... bjs

Clau,
É verdade, se eu não tivesse os outros 2 tinha ido na Cobasi adotar um outro na hora.... bjs

Cindy,
Aceito a sua ajuda... uns pelinhos vão ajudar a esquecer o Fuka...

bjs
Re

"a" MH disse...

Olha, mesmo quando a Flor me enlouquece, não consigo imaginar a vida sem ela. E minha irmã que pare de achar que ela deixa a casa fedida...

bom, agora você tem 2 pra visitar no nordeste, né? Não deve ser fácil...

beijo, e feliz 2008!

Re disse...

MH,
Não é fácil mesmo ficar longe de quem amamos. Sei que a Flor não deixava a casa fedida.... cheirinho de cachorro pra mim é tudo de bom...
Fui vê-los lá no nordeste e posso dizer que voltei tranquila de ver que estão felizes. E na visa é isso que importa, ver quem amamos, felizes.

bjs
Re

Ana disse...

Ô minha querida
sei do amor que vc tem por esse negão, e o quão dificil deve ter sido decidir isso.
Mas pense que ele esta bem, feliz da vida pegando onda... :)
Um Feliz 2008 para nós, que seja infinitamente melhor que 2007.

Re disse...

É Ana... Que bom que 2007 acabou!!!
Meu nêgo está feliz e só isso importa.
bjs e obrigada sempre pelo carinho...
Re

Flavia Coradini disse...

Sempre leio os blogs das pessoas blogadas que postam comentarios no meu. Mas nunca curti tanto a surpresa. Acho que é por causa do mesmo layout de bolinhas. Ou porque o meu cachorro faz a mesma coisa. Tá bom, eu admito: a-do-ro seu texto.
Parabéns!!

Flavia (do Bacanérrimo)

Re disse...

Oi Flavia,
Bem vinda.... adoro seu blog... por isso até linkei ele sem pedir licença... Volte sempre. Fico muito feliz que goste do que escrevo.... bjs
Re