segunda-feira, 9 de março de 2009

Sem pretextos

Sabe aquela vontade louca de ser louca?
E aquela vontade insana de viver na insanidade?
E quando vem uma vontade de chutar o inchutável? De bater no imbatível? De viver o invivível?
Onde a razão prevalece ao que devia ter só emoção.
Onde o dizer “Te amo” devia ser um reflexo da natural forma das coisas acontecerem.
Onde o sim sempre é não, e o não nunca é sim. E o talvez um buraco negro.
Insano? O que não é insano num mundo onde a vida não pede licença. Ela vem, se joga na sua cara e só nos resta aceitá-la, dizer amém e continuar andando, caminhando, andando, caminhando, saltando um obstáculo aqui, outro ali, andando, caminhando.
Me lembrou um amigo meu que diz uma frase que adoro: “Me sinto como um cavalo na parada de 7 de setembro, cagando, andando e ainda sendo aplaudido.”
Eu me sinto ultimamente uma porca numa fazenda americana, “engordando, empelancando e ainda rindo de mim mesma”.
Alguém me faz parar?

17 comentários:

Lilian Dalledone disse...

Ainda bem que não estou cevando sozinha... rsrs
Ei, dona moça, não pare não. Porque é desse caminhar amalucado e muitas vezes indesejado que nos alimentamos, e construímos nossas histórias...
Fique bem.
Beijos!

Karlinha disse...

Aaah!adorei a cara nova do blog!Não há ninguém que nos faça parar!

Paula Nigro disse...

Buraco negro é onde vão parar os meus elásticos de cabelo...
Só rindo de sim mesma, my dear. A vida é feita de risos, muitos risos!
Viva!
Beijos

Paula Nigro disse...

Rindo de "sim" mesma é ótimo!!!
Mas, SIM! Rindo de si mesma!
Beijos

Paula Nigro disse...

Ah, não. Buraco negro pode ser outra coisa também...
....
Silêncio...
...
Ãhn? Do que eu tava falando mesmo?
Beijos

Paula Nigro disse...

Ahahahahahahhaahahah!!!!
Vontade de ser louca é uma coisa. Ser louca é outra coisa.
Viu? Sua louca!
Beijos

Isa disse...

Nossa, Re!
Calma, respira fundo...Não é nada disso, pensa que vc é uma mulher linda, com um mundo de coisas pra legais viver e que essa vontade doida passa. Obstáculos sempre estarão por aí, mas nunca pra te fazer parar.
bjs

Dani disse...

Pedir ajuda não adianta...parece que ninguém nos ouve...

Desaparecida...mais ainda leitora fiel...rs

Bjus, Rê
Melhoras a nos todas!!!

D.Ramírez disse...

credo Re rsssssssssssssss
engraçado mas po..rs..uma porca engordando em uma fazenda americana?..rsssssssssssssss
divertido texto..rs

Beso

Re disse...

Lilian,
Estou bem só pirando conforme o Prozac....rs
beijo

Karlinha,
Apareceu a margarida!!!! Obrigada
beijo

Paulete,
Vamos lá, o buraco negro suga as lixas de unha tb... Rindo de sim mesma é a exência da vida... Terra chamando Paulete....
Louca eu? Sou tão normal perto de vc... Ufa. Me sinto melhor... rs
beijo

Isa,
Obrigada pelo carinho?
beijo

Dani,
Por onde vc anda? Saudades de vc!
beijo

D. Rammirez,
Estou engordando, não sou uma porca, e estou numa fazenda no interior, melhorou? rsrsrs
beijo
Re

Déa disse...

"Mas louco é quem me diz e não é feliz... Eu sou feliz!"
Beijos

Flávia D. disse...

Só se tu puder fazer eu parar primeiro! hehehe
bjos

Paula Nigro disse...

Olha aqui, Dona Regina... Reginalda... Rebeca... Como é que é mesmo o teu nome? Re o quê?
Ah! Não importa!!!
Louca é a dona dos teus cachorros!!!
Respeito é bom e eu gosto!!!!!!!

Re disse...

Dea,
Eu sou feliz!!!
Acredito que sim, bem eu acho...rs
beijo

Flavia,
Prometo... Eu te paro e vc me para.... rs
beijo

Paulete,
Ok, ok.
beijo
Re

Pinho disse...

não sei quem esta mais maluca, vc ou a Paula. rsrsr

Paulinha Costa disse...

Ai RE eu ri muito lendo seu texto e sabe, me identifiquei com vc. Mas acho que só sendo um tanto louco pra poder rir dessa loucura de mundo e de vida. Antes uma louca feliz do que uma sã deprimida. Bj grande, sempre é bom passar por aqui.

ANNA disse...

Pare agora!! Porca gorda nem pensar!
Isso não te pertence mais!