segunda-feira, 19 de abril de 2010

A novela imita a vida

Dizem que a novela imita a vida e é por isso que gostamos tanto de ver novela, pois nos identificamos com os personagens, torcemos pelo final feliz da mocinha, para o vilão ser preso e todo blá, blá, blá...
Aí, ontem estava vendo novela e pensei, que personagem eu posso me identificar para torcer, sofrer, chorar, vibrar? Nenhum, óbvio.
Uma menina no auge da carreira, uma chata, mimada e cheia de vontade, sofre um acidente, fica tetraplégica, e vira um amor de pessoa, sem revolta nenhuma com a vida e ainda arranja um grande amor que a ama assim de cara, sem pesar os prós nem os contras. Quem já viu isso na vida real?
Uma outra top model, casa com um velho rico e ninguém questionou se casou por amor ou dinheiro, aí ela larga a carreira dela por 4 longos meses, arranja um bonitão alto, loiro, lindo, e assina um contrato pela sua volta às passarelas. Quem estava com saudades de ver a Helena desfilando? Ficou só 4 meses fora, não dá nem para chamar isso de retorno. E ainda a Top model chata da Helena tem a faca e o queijo na mão para se vingar do marido velho traidor... Estou namorando seu filho, seu velho nanico e fazem disso um dramalhão sem proporção.
Vamos mudar de núcleo e ver se de outro lado acho algum personagem com cara de real.
A Giovana Chata Antonelli, por exemplo, mãe da criança mais chata de Buzios, engravida, diz que o pai é o argentino, mas tem certeza que o filho é do velho nanico, o argentino é um amor com ela, dá casa, comida, cuida da filha só que eles não tem nada e ele tudo bem, acha normal. E ela grávida e sendo acolhida ainda inventa de querer que o filho seja do velho nanico? Esquece isso, fica logo com o argentino sua chata.
Sem contar que na vida real eu nunca vi um Rodrigo Delícia Hilbert namorar uma Bárbara cara de tacho Paz. Na boa? Alguém já viu isso? E ainda na falta de mulheres bonitas na Globo, colocam a Bárbara cara de tacho Paz para ser Top Model. Qual a altura mínima exigida para ser Top Model no Brasil? 1,50m?
Continuando a minha busca incansável para me identificar com a novela...
Aquele gêmeo arquiteto, é um chato de galocha 7 léguas amarela e tem 4 pretendentes? É falta de homem, só pode ser. O que faz a novela parecer um pouco mais real neste quesito, pois 3 moçoilas irão chupar dedo, e ele vai escolher quem? Óbvio que a médica mãe do menino erudito que precisa ter um final feliz já que ela é boazinha, loirinha e linda.
Buscando mais personagens para parecer a minha vida menos real, já que ali na novela a vida é real, vamos falar de Tereza. Casada 30 anos com o velho nanico, aguentava todas as traições e ainda é toda boba por ele, aí aparece um amor do passado, que ficou 30 anos esperando por ela, o cara é um francês, enólogo (sendo que isso é quase sinônimo de gente chata, mas isto é assunto para outro post), que de cara quer levá-la para a França em lua de mel. Opa, que parte eu perdi? Alguém aí, se separou e de repente apareceu um francês querendo te levar para Paris? Após 2 encontros? Han, han... Bem real.
Indo para o núcleo favela com cenas gravadas em 16 mm. Querem apostar quanto que o cara que levou um tiro vai virar bonzinho? Por amor ao seu filho? Gente!!! Cai na real. Na vida real o traficante da favela largaria a chata da mulher, arrumaria outra e continuaria na vida bandida, óbvio.
Para terminar queria deixar aqui minha indignação: ninguém toma café da manhã com blusa de seda e pantalona. Um pijaminha básico de algodão às vezes dá um clima de vida real, pelo menos para mim.

13 comentários:

Pri Sganzerla disse...

Re, novela é fantasia pura com levíssimas pitadas de realidade (geralmente no núcleo pobre da novela).

E vida real é realidade pura, nua e crua com levíssimos toques de romance e fantasia pra apimentar a vida.

Novela é uma coisa surreal mesmo... rs

Bjos!

Cláudia disse...

Re, por isso que cada capitulo desta novela rende um post. É só absurdo em cima de absurdo!

Talvez a Ingrid, preocupada com a vida de um dos filhos com uma tetraplégica, porque facil nao deve ser, e inconformada porque o outro resolveu pegar uma bisca que cobra por hora pra ser namoradinha de levar em casa e namorar na sala de maos dadas. Mas por causa disso ela é uma bruxa, claro...

A Tereza estava ótima, aí apareceu o francês e a verossimilhança da personagem foi pras picas!

beijo

Dedinhos Nervosos disse...

ahhhah Todo final de capítulo que vejo, eu tb desfio todo meu veneno. Ou melhor: aponto os absurdos desse povo. Em que planeta eles vivem?

ranuzia disse...

oi lindinha...eu adoro visitar esse espaço é báraro...tem selinho pra vc no meu blog. bjs

Cláudia disse...

em tempo: eu tomo café da manhã com blusa de seda e pantalona... (colou? não? ahh...)

marcella disse...

hahahahahahahaha! adoro falar mal de novela. caraca, nunca vi tanta gente chata pra uma hora diária. caramba! bjs

Juliana Nascimento disse...

Nossa Rê, eu até fiquei me pergutando outro dia, se era eu quem andava amarga e realista de mais, para não aceitar de jeito nenhum as historinhas dessas novelas.Mas agora vejo que a falta de paciência é geral! rsrsrs.
Adoro seu blog!
Bjos!

Ana Carolina disse...

Nossa, vc falou tudo e mais um pouco!
Realmente esse novela bate recordes!!!
Nunca vi uma novela representar a vida real de forma tão, tão, sei lá...irreal!
Adorei seu blog..
Bjos!

Kakaya disse...

Concordoooo!Sempre me perguntei: Será que eu sou tão, mas tão, mas tão pobre assim que não consigo me ver em nenhuma dessas realidades? O autor não colocou ricos e sim milionários, né?!

UrbAnna disse...

Eu me sinto o coco do cavalo do bandido, ou melhor a mosca do coco do cavalo do bandido porque essa "realidade" da novela está muito, mas muito distante, eu diria muito além de mim!!!
Aqui na Pobrelândia em que eu vivo mal dá tempo de tomar café da manhã em pé ao lado da pia da cozinha, quem dirá de tomar café sentada, com uma mesa infinita de coisas gostosas, vestida de seda da cabeça aos pés e com uma maquiagem linda que para ficar pronta deve ter levado uma hora pelo menos.
Acho que eu sou muito pobre mesmo.
beijo

Vivi disse...

Hhahahaha!
A pantalona é da Letícia Spiller? Rê, e as roupas dela pra malhar? tipo, mega decotadas?
O peitinho dela não pula, não?
Meu Deus!!
Adorei seu post e nao sabia que o casamento da Helena tinha durado tão pouco mas é verdade...afinal, na novela em nenhum momento rolou "Alguns meses depois...", rs.
E a Antonelli faz papel dela mesma, convenhamos...........
beijao

Vivi disse...

Ah, e a Luciana ter virado um amor de pessoa, nobre, leal e tudo, REALMENTE, é de doer.
Nem uma revoltazinha em ficar tetraplégica? NADA???
Ahhh, nao! To achando que eu que ando meio revoltada da vida, entao, hehe...

Anônimo disse...

Just want to say what a great blog you got here!
I've been around for quite a lot of time, but finally decided to show my appreciation of your work!

Thumbs up, and keep it going!

Cheers
Christian, iwspo.net