quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Um certo Zé

Meu amor se chama Zé, Zézinho, um Zé qualquer, quando o nome foi dado. Um Zé Ninguém ele era. Sem lar, sem saber o que era receber, nunca teve isso, nem nunca sonhou que a vida podia ser outra que a que lhe foi imposta. Uma vida na rua, na luta, na sarjeta.
Ah! Zé. Confesso que te recebi sem braços abertos, olhando torto e pensativa, na dúvida, se mais um amor caberia na minha vida. Será? Mas no mesmo dia seu jeito de cão-gato com seus barulhinhos esquisitos, seu ronronar estranho de olhos cor de mel. Me conquistou. "E agora José? O que faremos?"
Faremos? Nada. Arranjei um lar para você e na hora meu coração ficou pequeno. Como posso te dar? Será que meu Zé Ninguém será o Zé de mais alguém?
Neste ano juntos, vi você sair correndo pela rua, arrebentar 2 coleiras, brigar com todos os cachorros. Me defendeu do mundo. De todo mal que estava ao seu alcance. É o lider incontestável da fuzarca. O mais animado. Que sempre topa a brincadeira, seja ela qual for. O meu Zé que me espera tomar banho com o focinho grudado no box e passa o dia na janela, cuidando, atento à vida alheia.
O meu obrigada, é especial. Pois como um legítimo filho de São Francisco, meu José Francisco faz aniversário em 4 de outubro. 4 anos, talvez. Mais isso são números humanos, que nada significam diante da sua grandeza canina... Em sua homenagem segue a sua oração, a mais bonita que já li.

Oração de São Francisco
Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. 

Onde houver ódio, que eu leve o amor; 

Onde houver ofensa, que eu leve o perdão; 

Onde houver discórdia, que eu leve a união; 

Onde houver dúvida, que eu leve a fé; 

Onde houver erro, que eu leve a verdade; 

Onde houver desespero, que eu leve a esperança; 

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria; 

Onde houver trevas, que eu leve a luz. 

Ó Mestre, Fazei que eu procure mais consolar, que ser consolado; 

compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado. 

Pois, é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna.

16 comentários:

Cláudia disse...

Eu adoro essa oração desde pequena! No meu colégio a gente cantava ela.

O Zé é um fofo, parece a Pulguita - atual Guita. Esses bichinhos são uma alegria, são uns amores, é um privilégio conviver com eles.
Até quando é ruim, é bom.

beijo pra você e pro Zezinho.

Dedinhos Nervosos disse...

Eu tb amo essa oração. Quando fiz a 1ª Comunhão na Igreja lá perto da minha casa, fizemos uma pecinha de teatro com ela :o)

O seu Zé realmente é muito fofo. É uma alegria do tamanho do mundo poder compartilhar nossa vida com um serzinho assim, né?

Bjos pra vcs 2.

:o)

Re disse...

Clau,
Nunca imaginei esta oração como musiquinha.
É linda demais e traduz tão bem a alma canina....
Parece sim a Pulguita, apesar de eu achar meio feio chamar uma pobre dama de pulguita.... rs
beijos

Dedinhos,
Gente! Peça de teatro com ela? A Calu cantava e vc encenava? rs
Obrigada, pelo carinho, meu Zé agradece tb.
beijos
Re

Déa disse...

Que delícia ter um cachorro em nossa vida não é? Tenho duas: Amelie e Juno. Estão com o pai, em Brasilia, mas logo, logo, vou buscá-las. Estive com elas nesse último finald e semana, mas parece uma eternidade!
Beijos

Cláudia disse...

A gente cantava, e em coro com duas vozes, cada um cantando uma parte, ficava bem legal.
Eu sempre conheci a oração como música, só conheci a versão não musicada já adulta.
Aliás, pra me lembrar dela inteira, eu tenho de cantar.
beijo

Gabriel disse...

Re,
Estive fora os 2 últimos dias, sem acessar nada que não estivesse relacionado a trabalho...Sorry...
Não li este Post direito, mas vi a a oração de São Francisco e só isto já me motivou a escrever.
Esta semana por alguma razão que desconheço, fiquei cantarolando e pensando na Oração de São Francisco de Assis, que tb acho linda!
Hoje minha mãe completaria 72 anos hoje. Ela tb gostava e cantava esta oração...
Bj pra você, para o Zé, para São Francisco e para minha mãe,
Luciano

Karlinha disse...

Nossa, me arrepiei e consegui me arrepiar de novo e de novo e de novo em todas as frases!
Amor é isso aí!qd vc viu, já foi!

isaBela araújo silvA disse...

peloamordedeoooos. o que aconteceu com o zé???

Isa disse...

Lindo!!!
bjus

Fernanda Pereira disse...

E sempre que vc fala dos seus cachorros eu choro aqui desse lado.

Nem te conheço, mas sei exatamente o que se passa dentro de vc quando o assunto são esses peludos, pode acreditar

beijos meus e lambidas do Lex pra vc e pro Zé!

Taah disse...

Nein gostO di bichO..
mas o Zé, é Zé, ele parece
ser super fofinhO.
História super lindinha!
Bjs!

by→ Taah

Re disse...

Déa,
Suas filas sã0 lindas.... Fui bisbilhotar no seu blog.... Deve ser difícil ficar longe delas.
beijo

Clau,
A Cindy é devota de São Francisco? rs
beijo

Gabriel Luciano,
Neste dia de São Francisco, onde mais uma coisa em comum descobrimos entre nós... sinta-se abraçado, na certeza que nada é por acaso, e esta linda oração estará sempre te iluminado.
beijos

Karlinha,
Vai entender como amamos tanto uma coisa tão peludinha.... rs
beijo

Isabela,
Ele fez 4 anos... De muita alegria!
beijo

Isa,
Obrigada.
beijo

Fernanda e Lex,
Obrigada pela amizade e carinho.
beijos da galerinha peluda aqui de casa

Taah,
Como não gosta de bicho?
beijo
Re

Diego! disse...

Essa oração é a mais bonita mesmo.
Costumava cantar na igreja quando pequeno.


Até...

Pinho disse...

Lembro que a gente cantava essa musica no colegio Rê.
Era meio que obrigação, canta-la, mas eu gostava.
Bicho é tudo de bom.
Se bem que vc ja esta com tua cota completa. rsrs

Re disse...

Diego e Pinho,
Gente eu nunca fui a igreja, acho.... Pois nunca cantei isso.
rs
beijos
Re

Anônimo disse...

Tia Re
o que é São Francisco? É de atum? é de peito de peru?
ronrons da
Cindy Quebra Barraco