sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Quase meio século

Outro dia fui passear em João Pessoa, já que minha mãe e minha madrinha estão por aqui, estávamos lá, na Ponta do Seixas quando o guia fala:
- Este farol foi construido em 1972 ele tem quase meio século.
Acabou a viagem para mim neste momento. Como assim de 72 e tem quase meio século? Se eu que sou de 74 tenho "quase" quase meio século? Este blog terá que se chamar agora "quase meio século"? Faça as contas Sr. Guia, 1972 para hoje, não dá nem 40 anos, como você diz meio século, assim, na lata, na cara?
Fiquei mal humorada até o final do dia com uma ideia fixa na minha cabeça "Quase meio século, quase meio século, quase meio século" quando o guia solta uma pérola que me aliviou a alma:
- João Pessoa é a 3ª cidade mais antiga do Brasil, só fica atrás de São Paulo e Brasília.
Han? Ele não sabe mesmo fazer conta, não sou eu que tenho quase meio século, Brasília que tem quase meio século e como pode ser uma das três cidades mais antigas?
Ufa. Respirei aliviada, eu não tenho quase meio século e nunca mais comentaremos o assunto, ok?
Agora um parêntese: (Sr. Guia vamos estudar história antes de falar tanta besteira e quase fazer uma turista cortar os pulsos com a faquinha do bolo Pullman?)

8 comentários:

Ana disse...

Jesus! Pq as pessoas nao estudam antes de falar asneira?

Cláudia disse...

é uma besta...

Mulher Solteira disse...

HAHAHAHAHAHAHAHA!
Mas esse guia correu um risco seríssimo! Não sabe o perigo que se esconde por trás de uma mulher que passou dos trinta??? A faquinha do bolo Pullman poderia ter se voltado contra ele!
P.S.: tô seriamente tentada a só fazer desaniversários a partir desse ano.

Ti Coelha disse...

Eu mandava-me ao ar!! Perguntava-lhe logo duas coisas: 1ª se sabia fazer contas e 2ª Sabe quantos anos tem um século! Eu sou de 73, caramba, já passei um quarto de século, mas daí dizer que tenho quase meio-século...
Faz-me lembrar um guia numas grutas aqui em Portugal. Fazia as explicações em Português e em espanhol, mas o espanhol dele era tão bom que foi preciso um dos espanhóis do grupo traduzir para os outros. "Bienvenidos à las gruetas dê Alvados!" (esta foi a menos mázinha).

Boa semana!

Carol Bernardo disse...

Q saudade Re!!!!!
Como pode uma pessoa sem a menor noção sair por ai se achando guia turístico?!?
Bjs

ANNA disse...

Affe!
Jesus, me abane!
Agora, "quase cortar os pulsos com a faquinha do bolo Pullman" foi ÓTEMO!!!
beijo
urbAnna

Pri... disse...

Doeu... Sou de 76... rsrsrsrs

Ana Rodrigues disse...

hahahah !! sempre me divirto lendo o seu blog. Já tô colocando uma faquinha de bolo Pullman na bolsa :)

ps: ainda não coonsegui ter disciplina pra escrever regularmente. Mas agora q não tô no Rio tô tentando pra manter todo mundo informado de uma vez só. Mas tem gente q gosta de receber e-mail mesmo :)