segunda-feira, 21 de julho de 2008

O meu amor

O meu amor é assim, meio inusitado, meio amalucado.
Não é convencional, pois não acreditamos em padrões.
Mas é assim que meu amor e eu vivemos. 6 anos. O “sim” mais fácil que já falei. A certeza mais clara que tive. O amor mais completo que vivi. A alegria mais intensa, o colo mais certo e o beijo mais sincero.
Construimos uma vida feliz, cheia de cachorros, sonhos, brincadeiras e lotada de risadas. Pois o verdadeiro amor da minha vida tinha que ser feliz, leve e narigudo.
Acreditamos que será para sempre, como todos os contos de fadas. Sabemos que não será fácil. Mas acreditamos, construimos e praticamos a nossa cumplicidade.
Eu sou a alegria e ele a brincadeira. A ranzinza despojada e o moleque irritante. Renata e Renato, dois sagitarianos, a carioca criada em São Paulo e o paulistano criado no Rio.
Ao final do dia ainda olhamos para a lua, recordamos histórias felizes e criamos outras, nos ligamos e ouvimos e falamos: - Você viu a lua, amor?

24 comentários:

LindaRê disse...

Ai que lindos!!!
Beijos

Re disse...

Xará,
Somos lindos... rsrsrsrs e estranhos.... porém felizes....
beijos
Re

Dedinhos Nervosos disse...

Ai, que lindo, Rê!
Vc precisava ver minha cara de felicidade lendo isso!
Parabéns.
Bjos!

digoman disse...

Que delicia isso
Bem o que estou, digamos,tentando construir com uma pessoinha querida
Dei 2 cabecadas antes, mas parece q agora o mr right resolveu aparecer.
Ele me faz ver que o simples pode ser visto como o mais importante, mesmo olhando no espelho e vendo o mundo doente.
Eu complico e ele descomplica; uma coisa louca e com ele eu consigo ver como 2 e 2 sao 4.
To bobo com o loiro.......ele liga eu fico como adolescente, todo serelepe; mando mensagem, ele responde, ai q fofo.
A distancia atrapalha um pouco, mas aguca ainda mais nossos animos
tao bom gostar de alguem, ne

R. disse...

Lindooooo

Re disse...

Dedinhos,
Obrigada, o meu amor é assim... estranhinho... mas sincero.... rsrsrsrs
beijos

Digoman,
É bom sim. Estamos casados, mas moramos longe e isso tem feito a saudades aumentar e a certeza crescer. As vezes não enxergamos as coisas e depois vemos que o destino fez tudo certinho, nos separou para durarmos e amadurecermos o amor...
beijos

r,
obrigada
beijos
Re

R. disse...

Adoro seu blog, leio todo dia, hehehe...parabéns!!!
Bjos.

Re disse...

r.,
uma leitora anônima que se mostra...EBA!!! Adorei o seu.
Volte sempre.
beijos
Re

Cláudia disse...

Espero que logo logo vocês possam estar juntos para ver a lua um ao lado do outro.
beijo

Re disse...

Clau,
Eu tb. Eu tb.
beijos
Re

Garotas de Vinte e Poucos disse...

Também quero um amor assim, como faz???

Tem post novo lá no blog...

Bjo

ANNA disse...

E que esse amor continue agora e para sempre, AMÉM!
Beijo
(urb)Anna

vivi disse...

Que delicinha, Rê!!!
Fico feliz por e com você!!
e vc acertou em cheio: o amor é leve sim...leve e cheio de alegrias e brincadeiras.
Bom, né!?
Tá morrendo de saudades?!
Que delicia!
Beijão, querida

Re disse...

Garotas,
Não se faz, se vive....
beijos

urbANNA,
Tomara. Amém.
beijos

Vivi,
Tb estou com saudades. E nosso almoço? hein? hein?
beijos
Re

isaBela araújo silvA disse...

qdo for passar a recita pras "garotas" passa pra mim tbm... rsrs.
adorei e tenho que ser repetitiva: adore ler vc pq não me sinto mais sozinha no mundo! o amor existe sim e está me esperando em algum lugar, ele está chegando que eu sei!

Re disse...

Isabela,
Obrigada, que bom que faço alguém não se sentir sozinha acreditando no amor.
Está sim. Pode demorar. Mas ele chega. E é incrível!
beijos
Re

Karlinha disse...

Ai que legal.Acredito em qualquer forma de amor.Pode ser assim cheio de "contratempos", pode não ser clichê, o importante é que seja sincero, mesmo antes de ser amor.Eu tô construindo algo bem legal...Quando der um conto de amor, eu o faço!rs!

vivi disse...

Rê,
Vou te mandar um email agorinha, ta´!?
UEBA.
Beijão

Re disse...

Karlinha,
Faz mesmo... o amor deve ser vivido, contado e passado a diante, assim ganham mais adeptos do amor!!!! rsrsrsr
beijos

Vivi,
estou esperando o email!
beijos
Re

Fernando T disse...

rê...
euy lembro de uma história que meu avô contava sobre os índios que moravam em aldeias distantes e que se amavam e que passavam todas as noites olhando o céu. depois, quando eles se encontravam, eles conversavam sobre o céu, sobre as estrelas, sobre a lua de quinta, sobre a chuva de meteoros no sábado.... afinal, a gente tá olhando sempre pro mesmo mundo.
beijo, linda.
adoro te saber feliz.

Re disse...

Fernando,
Que linda história do seu avô.
Assim que vivo, na distância... Só com o céu em comum. Obrigada pelo carinho.
beijos
Re

ANNA disse...

Que lindo, Re!
Espero um dia conhecer essa historia por inteiro. Adoro historias de amor... Quem nao gosta??
beijos

Paula Nigro disse...

Que seja eterno e sempre regado de muitas risadas. Definitivamente isso é fator importante para manter a relação saudável.
Felicidade hoje e sempre!
Beijos emocionados

Re disse...

Anna,
Qualquer dia conto ela inteirinha.... rrsrsrs mas aí vai dar um livro.....
beijos

Paula,
Obrigada! As vezes só peço paciência ó Senhor....
rsrsrsrsr
beijos
Re